Sobre

A CMS Agroindustrial

CMS Agroindustrial

Desde 2008

Nossa Fazenda

Somos um grupo de profissionais com mais de vinte anos de experiência no agronegócio, atuando em industrias de cereais, frigoríficos Bovinos, Laboratórios Químicos, Veterinários, confinamentos e exportação de bovinos vivos, que esta estruturado no Sul do Brasil com um confinamento modelo de bovinos, tanto para exportação de animais vivos, como engorda de animais para abate e produção de carcaças de alta qualidade, atendendo as mais rígidas normas da IN 46 do MAPA BRASIL e Bem Estar Animal, garantindo ao Cliente Importador ou Mercado Doméstico, Padrão e Qualidade dos Animais Confinados, atingindo alta performance de desempenho no ganho de peso, acabamento de carcaça e adaptação para o transporte de longo curso em Navios LiveStock.

bg-2.jpg

Sobre o projeto

Propriedade Rural

  • Localização: Município Cerrito, metade Sul do Rio Grande do Sul; 

  • Área Total: 157,88 hectares; 

  • Área de Confinamento / EPE: 45 hectares; 

  • Altitude do Terreno: 120 metros acima do nível do mar; 

  • EPE¹ - I: Capacidade estática para 6.000 Cabeças; 

  • EPE¹ - II: Capacidade estática para 8.000 Cabeças; 

  • EPE¹ - III: Capacidade estática para 8.000 Cabeças;

Fazenda CMS

Situação
Logística

  • 295 Km da capital Porto Alegre via BR 116/392;

  • 220 Km das regiões produtoras de Terneiros; 

  • 108 Km do Porto Marítimo de Rio Grande/RS; 

  • 119 Km da Fronteira com o Uruguay via BR 116 Jaguarão/RS; 

  • 70 Km do Aeroporto de Pelotas.

Situacao-Logistica-1.jpg
Situacao-Logistica-2.jpg
Situacao-Logistica-3.jpg

Fazenda CMS

Estrutura

Recepção / Estacionamento / Apoio Administrativo

estrutura-1.jpg

​Módulo Administração / Apoio

estrutura-2.jpg

Módulo Balança de Pesagem

Escritório Balança + MAPA + Inspetoria Sanitária

estrutura-3.jpg
estrutura-4.jpg

Módulo Armazenagem

silos-armazenagem.jpeg

Módulo Desembarcador / Centro Manejo

Módulo Desembarcador _ Centro Manejo.jpeg
Foto2.jpg

Sobre o projeto

Operação

Auto Sustentável

  • Energia Elétrica: Produção de Energia Elétrica através de instalação de células fotovoltaica nas coberturas das ruas internas do confinamento; 
     

  • Recursos Hídricos: Perfuração de poços artesianos de grande vazão, Captação de Fontes naturais existentes na área, Captação de Açudes existentes e reaproveitamento de Precipitação pluviométrica; 
     

  • Produção Alimentos/Silagem: Reaproveitamento dos dejetos gerados pelos animais na operação de confinamento, para fertilização orgânica dos solos cultiváveis, aumentando em aproximadamente 200% a produção de forrageiras e silagem para suplemento da dieta a ser consumida pelos animais confinados; 
     

  • Estruturas de Apoio: Prédios das áreas de apoio, como balança, almoxarifado, escritórios, salas de reunião, refeitório, sanitários, vestiários e dormitórios, construídos com o reaproveitamento de containers marítimos reefer (Por Empresa especializada).

Sobre o projeto

Processos Padronizados e Informatizados

  • Os profissionais desenvolveram um sistema, que é focado na Gestão dos Processos do Negócio Confinamento, tornando a tomada de decisão das atividades diárias com maior nível de assertividade; 
     

  • O Sistema pensado e desenvolvido internamente, esta preparado para obter 100% de rastreabilidade dos animais envolvidos no processo de exportação, bem como montar indicadores que possam retroalimentar o meio rural com as necessidades do mercado consumidor; 
     

  • O Sistema foi todo desenvolvido no conceito aberto de cadastros, flexibilizando os mais diversos tipos de exportação de animais vivos, sejam bovinos, bubalinos, equinos, ovinos, caprinos e etc, controlando todo o processo operacional desde a propriedade rural até a entrega do animal no deck do navio;
     

  • Foram desenvolvidos Módulos de cadastros gerais, financeiro contas a pagar e receber, suprimentos de animais vivos e dieta alimentar, comercial mercado externo e interno, controle sanitário e manejo, lavoura e logística multimodal;
     

  • O sistema além de garantir os processos internos da companhia, padroniza as informações necessárias para os órgãos de legislação sanitária e manejo, como Ministério da Agricultura, Vigiagro, Inspetoria Sanitária e autoridades rodoviárias e portuárias.